O QUE É A MACONHA?

Maconha é a palavra usada para descrever as flores, sementes e folhas secas da planta de cânhamo indiano. Na rua, é chamada por muitos outros nomes, tais como: bagulho, marola, beck, biricutico, erva, cangonha, papel de galo, bango, breu, fino, hemp, dona juanita, ganja, caroçuda.

Haxixe é uma variação da droga, feita a partir das resinas da planta de cânhamo indiano. Também é chamado de chocolate, hash ou shit nos EUA e é, em média, 6 vezes mais forte que a maconha.

O termo cannabis descreve qualquer uma das diferentes drogas que provêm do cânhamo indiano, incluindo maconha e haxixe.

Independentemente do nome, esta droga é um alucinógeno — uma substância que distorce a forma como a sua mente percebe o mundo em que você vive.

O composto químico na cannabis que cria esta distorção é conhecido por “THC”. A quantidade de THC encontrada em qualquer quantidade de maconha pode variar substancialmente, mas, geralmente, a porcentagem de THC tem aumentado nos últimos anos.

Como é usada?

A maconha é uma mistura de folhas, caules, flores e sementes secas da planta do cânhamo. É geralmente de cor verde, marrom ou cinza.
A maconha é uma mistura de folhas, caules, flores e sementes secas da planta do cânhamo. É geralmente de cor verde, marrom ou cinza.
Haxixe é uma resina cor de canela, marrom ou preta que é seca e apertada em formato de barras, pauzinhos ou bolas. Quando fumados, tanto a maconha como o haxixe exalam um aroma doce e distinto.
Haxixe é uma resina cor de canela, marrom ou preta que é seca e apertada em formato de barras, pauzinhos ou bolas. Quando fumados, tanto a maconha como o haxixe exalam um aroma doce e distinto.

A maconha é a droga ilícita mais comumente usada no mundo. Uma pesquisa sobre o uso de drogas no Brasil feita pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) mostra que mais de 3 milhões de adultos brasileiros com idades entre 18 e 59 anos fumaram maconha em 2012.

A maconha é normalmente fumada como um cigarro (baseado), mas também pode ser fumada usando um cachimbo. Com menos frequência, é misturada com alimentos e ingerida ou preparada como chá. Às vezes, os usuários abrem cigarros e tiram o fumo, misturando-o com maconha. Algumas vezes outras drogas mais potentes são adicionadas aos becks e baseados, como o crack ou PCP (fenciclidina, um alucinógeno poderoso).

Quando uma pessoa fuma um baseado, normalmente sente os efeitos da maconha em alguns minutos. As sensações imediatas — aumento do ritmo cardíaco, diminuição da coordenação motora e equilíbrio, e um estado mental irreal, como se fosse um sonho — alcançam o seu auge dentro dos primeiros 30 minutos. Estes efeitos de curto prazo desaparecem gradualmente, normalmente em duas ou três horas, mas podem permanecer mais tempo, dependendo da quantidade consumida pelo usuário, da potência do THC e da presença de outras drogas introduzidas na mistura.

Como o usuário típico inala mais fumo e o segura por mais tempo do que o faria com um cigarro, um baseado causa um impacto severo nos seus pulmões. Além do desconforto, acompanhado de dores de garganta e bronquite, descobriu-se que usar um baseado expõe o usuário a elementos químicos cancerígenos equivalentes a 5 cigarros.

As consequências mentais do uso da maconha são igualmente severas. Em relação aos não usuários, os usuários de maconha têm memória e capacidade mental reduzidas.

Animais que receberam maconha em testes de pesquisadores tiveram danos estruturais em seus cérebros.



NOMES POPULARES


MACONHA Bagulho Beck Marola Biricutico Erva Cangonha Papel de galo Bango Breu Fino Hemp Dona Juanita Ganja Maria Joana Caroçuda Chá Carne-seca Tarugo Aliamba Americana Capucheta Come e dorme Fumo branco Grama Mexicana Capim Congo Bunfa HAXIXE Chocolate Fininho Mato Louco