ÁLCOOL: UMA BREVE HISTÓRIA

Bebidas fermentadas no começo da civilização Egípcia. Crédito fotográfico: GoddessGift
Bebidas fermentadas no começo da civilização Egípcia. Crédito fotográfico: GoddessGift


Grãos fermentados, suco de frutas e mel vêm sendo utilizados durante milhares de anos para fazer álcool (álcool etílico ou etanol).

As bebidas fermentadas existem desde o despertar da civilização egípcia e há evidência da primeira bebida alcoólica na China ao redor do ano 7000 a.C. Na Índia, uma bebida alcoólica chamada Sura, destilada do arroz, era utilizada entre os anos 3000 e 2000 a.C.

Os babilônios veneravam uma deusa do vinho no ano 2700 a.C. Na Grécia, uma das primeiras bebidas alcoólicas que ganhou popularidade foi o hidromel, uma bebida fermentada feita de mel e água. A literatura grega está repleta de advertências contra beber em excesso.

Várias civilizações de índios americanos criaram bebidas alcoólicas nas épocas pré-colombianas1. Uma variedade de bebida fermentada da região dos Andes, na América do Sul, foi criada com milho, uvas e maçãs e recebeu o nome de “chicha”.

No século XVI, o álcool (chamado “aguardente”) foi amplamente utilizado para propósitos medicinais. No início do século XVIII, o parlamento inglês aprovou uma lei que promovia o uso de grãos para a destilação de aguardente. A aguardente, que era barata, inundou o mercado e chegou ao seu auge em meados do século XVIII. Na Grã-Bretanha, o consumo de gim chegou aos 70 milhões de litros, e o alcoolismo generalizou-se.

O século XIX trouxe uma mudança de atitude e a Campanha antialcoolismo começou a promover o uso moderado do álcool, o que acabou se convertendo numa campanha de proibição total.

Em 1920, os Estados Unidos aprovaram uma lei que proibia a fabricação, venda, importação e exportação de bebidas alcoólicas. O comércio ilícito de álcool disparou e em 1933, a proibição que pesava sobre o álcool foi cancelada.

Hoje, estima-se que 15 milhões de americanos sofrem de alcoolismo e 40% de todas as mortes de acidentes de trânsito nos EUA estão relacionados ao álcool.

 

  1. 1. pré-colombiano: antes da chegada de Cristóvão Colombo à América em 1492.