OS JOVENS EM COMPARAÇÃO COM OS ADULTOS. QUAL É A DIFERENÇA?

Créditos fotográficos: Stockxpert
Créditos fotográficos: Stockxpert

O organismo de uma pessoa jovem não tolera o álcool da mesma forma que o de um adulto.

Beber causa mais danos aos adolescentes do que aos adultos, já que os cérebros dos adolescentes ainda estão em desenvolvimento durante a adolescência e a juventude. Beber durante este período crucial de crescimento pode levar a um dano permanente na função cerebral, particularmente no que diz respeito à memória e à coordenação motora (capacidade de movimento).

De acordo com uma pesquisa, os jovens que começam a beber antes dos 15 anos têm 4 vezes mais probabilidades de desenvolver uma dependência alcoólica do que aqueles que começam a beber aos 21 anos.

Para alguns adolescentes como Samantha, a bebida parece ser uma solução para os problemas que eles não conseguem enfrentar.

“Quando tinha 13 anos, os meus amigos caçoavam de mim se eu não bebesse. Deixei-me levar porque era mais fácil fazer parte do grupo. Eu era realmente infeliz e só bebia para fugir da minha vida.

“Saía cada vez menos e, dessa forma, comecei a perder meus amigos e quanto mais só me sentia, mais bebia.

“Eu ficava violenta e fora de controle. Nunca tinha noção do que estava fazendo. Estava destruindo a minha família.”

Ela foi expulsa de casa aos 16 anos, virou uma indigente e começou a pedir esmola para comprar bebidas. Após anos de abuso, os médicos lhe disseram que sua saúde tinha sofrido um dano irreparável.

Eu tinha só 16 anos, mas o meu fígado estava seriamente prejudicado e estive muito perto de me matar por causa das bebidas que tomava.” Samantha