ESTATÍSTICAS INTERNACIONAIS

O LSD é o produto alucinógeno (psicodélico) mais potente. O LSD é 100 vezes mais potente que cogumelos alucinógenos.
O LSD é o produto alucinógeno (psicodélico) mais potente. O LSD é 100 vezes mais potente que cogumelos alucinógenos.

Na Europa, 4,2% das pessoas com idades entre os 15 e 24 anos usaram LSD pelo menos uma vez. Quando se pesquisou a porcentagem de pessoas nesta faixa etária que tinha usado LSD no ano passado, esta excedia 1% em 7 países (Bulgária, República Tcheca, Estônia, Itália, Letônia, Hungria e Polônia).

Nos Estados Unidos, desde 1975, os pesquisadores financiados pelo Instituto Nacional sobre Uso de Drogas fizeram uma pesquisa anual com cerca de 17.000 estudantes nos últimos anos do ensino médio em nível nacional, para determinar tendências sobre o uso de drogas e medir as atitudes dos estudantes e crenças sobre o uso de drogas. Entre 1975 e 1997, o menor período de uso do LSD foi relatado pela classe de 1986, quando 7,2% dos formandos do ensino médio informaram que usaram LSD pelo menos uma vez na vida.

A porcentagem dos formandos que informaram ter usado LSD pelo menos uma vez no decurso do ano anterior quase duplicou de uma baixa porcentagem de 4,4% em 1985 para 8,4% em 1997. Em 1997, 13,6% dos formandos tinham experimentado LSD pelo menos uma vez nas suas vidas.

Estima-se que no Brasil existam mais de 1,65 milhão de usuários de anfetaminas, ecstasy e LSD (sigla para dietilamina do ácido lisérgico), os principais representantes dessa classe de substâncias ilícitas.

O LSD é 4.000 vezes mais forte do que a mescalina.
O LSD é 4.000 vezes mais forte do que a mescalina.

“Comecei a frequentar clubes de striptease, cassinos e acabei ficando muito promíscuo, frequentava bordéis e logo entrei em contato com as drogas.

Tinha perdido toda a minha herança e me mudei para um ponto de crack, onde permaneci por um ano vendo pessoas morrerem, perdi o meu negócio e virei um ladrão.

“Fui preso em novembro de 2003 por tentativa de sequestro e fui parar na prisão.

“Tinha magoado e perdido todas as pessoas que me amavam e fui renegado por elas.

“Acabei sem teto e nas ruas, vivia e dormia em caixas de papelão perto da estação [de trem], pedindo dinheiro e lutando para encontrar formas de conseguir a minha próxima refeição.” — Fred